5 Coisas Sobre o Dente do Siso Que Você Precisa Saber

dente do siso

5 Coisas Sobre o Dente do Siso Que Você Precisa Saber

Alguns desconfortos comuns costumam aparecer nos pacientes com idade entre 17 e 21 anos, pois é nessa faixa etária que os dentes do siso começam a crescer.

Esses desconfortos geralmente são: inchaço, infecções gengivais, dificuldades na higienização e desalinhamento dos outros dentes.

Descubra agora 5 coisas sobre o dente do siso que você precisa saber!

1. A prevenção é a melhor saída para evitar problemas com o dente do siso

Numa visita regular ao dentista, a realização de um exame de Raio-X, irá revelar se a estrutura da arcada dentária suportará ou não o crescimento dos dentes do siso, sem prejudicar os demais dentes.

Daí a importância de visitar regulamente o dentista, pois antes de sentir qualquer desconforto, o dentista irá avaliar se é recomendada a extração dos dentes do siso antes que eles comecem a crescer e causar desconforto ao paciente.

2. Nem todas as pessoas têm 4 dentes do siso

Sim, a grande maioria das pessoas têm os 4 dentes do siso, mas há aqueles que não possuem nenhum desses dentes.

Há ainda pessoas que somente possuem um, dois ou três dentes do siso. O exame de Raio-X é o mais indicado para avaliar essa condição.

3. Quando é necessário extrair os dentes do siso?

A extração dos dentes do siso é indicada quando o resultado do Raio-X e da avaliação feita pelo dentista, demonstra que o crescimento deles irá prejudicar os demais dentes.

Quando isso ocorre, deve ser feita uma cirurgia simples com anestesia local. No entanto, podem ocorrer complicações, caso os dentes estejam no interior do tecido ósseo, por exemplo.

4. Quais são os cuidados no pós-operatório?

O dentista irá fazer todas as recomendações necessárias para a boa recuperação do paciente, e elas devem ser seguidas à risca para evitar complicações.

O repouso é fundamental, e geralmente dura de três a quatro dias, esse costuma ser o tempo mínimo necessário para a melhora do inchaço e do sangramento.

Os alimentos quentes e difíceis de mastigar devem ser evitados, dando-se preferência a alimentação gelada, líquida e pastosa.

O sorvete costuma ser indicado pelos dentistas para aliviar a dor, e também porque quase não há esforço do paciente para ingeri-lo.

Falar pouco, tomar as medicações recomendadas, fazer compressas frias principalmente nas primeiras 48 horas após a cirurgia também são algumas das recomendações para uma boa recuperação.

5. Não é recomendado extrair todos os dentes do siso de uma só vez

Como a extração dos dentes do siso pode causar complicações, é recomendado extrair primeiro os dentes de um mesmo lado, e, numa outra oportunidade, após a recuperação total da cirurgia, extrair os dentes do outro lado.

Isso porque caso sejam extraídos todos juntos e o paciente apresente inchaço, sangramento ou inflamação, ficará com os dois lados comprometidos para a mastigação e isso dificultará muito para se alimentar.

Desta forma, realizando-se o procedimento de um lado de cada vez, o lado que está bom servirá para mastigação enquanto o outro se recupera.

Conclusão

Procure um cirurgião dentista capacitado e com experiência nesse tipo de procedimento para garantir que ele será realizado da melhor forma possível, evitando assim complicações.

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato conosco, será um prazer atendê-lo!

Open chat