Você sabe como ocorre a fratura dentária?

fratura dentária

Você sabe como ocorre a fratura dentária?

Um problema dentário que ocorre com frequência é a fratura dentária. Muitos pacientes já passaram pela experiência desagradável de quebrar ou trincar um dente.

A fratura ou trinca dentária pode ocorrer por diversas causas, confira agora algumas delas:

  • Traumas;
  • Quedas;
  • Acidentes;
  • Bruxismo;
  • Morder alimentos duros;
  • Morder objetos;
  • Mastigar gelo;

Essas são as causas mais comuns da fratura dentária. A fratura pode atingir também parte do esmalte, a coroa, a polpa dentária ou e raiz dental.

O problema pode ser ocasionado também por predisposição do paciente, quando este já possui um estrutura dental comprometida e que já sofreu muitos tratamentos, por exemplo.

Quais são os tratamentos indicados para a fratura dentária?

Geralmente, o dente afetado pela fratura dentária tem a sua estrutura comprometida, razão pela qual é preciso que um profissional avalie o estado do dente para indicar o melhor tratamento.

A avaliação da estrutura do dente após o trauma deve ser realizada por meio de tomografias, para que somente depois seja definido o melhor tratamento.

Este exame é necessário para demonstrar com clareza a profundidade da fratura ou o tamanho da fissura do dente.

Há casos em que o trauma ocorre nos dentes anteriores, alterando a estrutura do alvéolo dentário, o que pode causar fortes dores no paciente, bem como o inchaço na gengiva, devido ao comprometimento da polpa e dos tecidos periodontais.

Os alvéolos dentais são uma cavidade localizada no osso da mandíbula e da maxila onde ficam as raízes dos dentes.

Nesses casos, geralmente o tratamento endodôntico é o mais indicado, ele consiste na remoção da polpa do dente, que é um tecido nervoso muito pequeno e parecido com um fio, localizado no interior do dente, também conhecido como tratamento de canal.

Esse tratamento é eficaz para os casos de comprometimento do alvéolo pois a polpa dental é danificada, o que é muito comum nas lesões por trauma, sendo este o tratamento mais indicado para remover o tecido danificado.

No entanto, há casos em que a fratura é muito profunda e não há possibilidade de recuperação da estrutura do dente, devendo ser extraído.

As fraturas dentárias são classificadas em:

  • Coronárias: são mais simples e permitem a reconstrução do dente através da colocação de próteses e restaurações;
  • Radiculares: são mais complexas havendo a necessidade de extração do dente;

No caso de perda dental por fraturas radiculares, o paciente pode colocar um implante ou de uma prótese dentária, para repor o dente perdido.

Outra causa muito comum de fraturas nos dentes é o bruxismo, devido ao estresse que as pessoas enfrentam em suas vidas, o que acaba comprometendo dentes totalmente saudáveis.

Quais os sintomas da fratura dentária?

Os sintomas de um dente trincado não são de fácil percepção, e geralmente, o paciente somente vai perceber suas consequências depois de meses ou anos.

Apenas nos casos de traumas mais evidentes em que a quebra é perceptível, causando dores ao paciente, além é claro da ausência da parte quebrada.

Conclusão

A fratura dentária é algo bastante comum e pode ser tratada de várias formas a depender da sua complexidade, desde o simples polimento do dente, restauração, tratamento de canal ou, em último caso extração do dente.

Em caso de quebra de dente, caso você consiga guardar o pedaço que quebrou, faça isso, pois há casos em que é possível repará-lo.

Gostou de saber mais sobre o como ocorre a fratura dentária? Conheça mais sobre as nossas especialidades e tratamentos odontológicos navegando pela área de Blog do nosso site!

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato conosco, será um prazer atendê-lo!